Tocha Olímpica chega definitivamente à cidade-sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Percurso passa na Zona Oeste e Madureira. Pira de celebração será acesa na Praça Mauá e Zona Sul recebe revezamento noturno

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 chega definitivamente à cidade do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (04). O dia começa com uma visita à Vila dos Atletas e com surfe da chama na Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes, onde se inicia o trajeto do dia. O comboio segue pela orla do Recreio e Barra da Tijuca, prossegue pela Zona Oeste por Campo Grande, Bangu, Deodoro e Vila Valqueire, atravessa Madureira e chega à Praça Mauá para o acendimento da pira de celebração. Depois, acontece o revezamento noturno na Zona Sul, da Gávea até Copacabana.

 

No penúltimo dia de revezamento, a cidade-sede dos Jogos Olímpicos contará com 381 condutores, e o comboio percorrerá cerca de 340 quilômetros, no total de deslocamento.

 

·         Uma equipe especial do comboio abre o dia na Vila dos Atletas, pouco antes das 8h. O revezamento será feito por sete atletas.

·         O comboio principal se dirige para a Praia da Macumba, onde às 8h30 o surfista Rico de Souza, um dos símbolos do esporte no Brasil, conduzirá a tocha nas ondas.

·         Em seguida, o revezamento prossegue pelo Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca, e avança pela Zona Oeste da cidade até entrar na Zona Norte pelo emblemático subúrbio de Madureira.

·         No Palácio Rio 450, dois ícones do samba carioca fazem o beijo da chama: Monarco e Tia Surica. Representantes da tradição da Portela e de Madureira, serão acompanhados por uma roda de samba.

·         O comboio segue na direção do Centro do Rio. A pira de celebração será acesa às 21h15, na Praça Mauá.

·         O revezamento não para, porém. O comboio recomeça da Gávea para Copacabana. Quem encerra a noite, já às 23h30, é o pescador David Vieira Bispo, do Bar do David. O bar ganhou o concurso de Melhor Buteco do Brasil e David conduz a tocha na divisa com o Leme, onde fica o Morro do Chapéu Mangueira.

 

Conheça alguns condutores do dia:

 

Agnaldo, ou Francisco Rodrigues, garçom conhecido da noite carioca, foi homenageado por um “tour boêmio da tocha”, organizado por clientes e amigos, que passou por 13 bares. Agnaldo foi convidado pelo Comitê Rio 2016.

Gávea-Copacabana

 

Aldemir da Silva Junior (Nissan), do atletismo, vai para os Jogos Rio 2016

Bangu-Deodoro

 

Arlindo Cruz, sambista

Madureira

 

Cafu, ou Marcos Evangelista de Moraes, foi o capitão da Seleção Brasileira de futebol pentacampeã em 2002

Recreio-Barra da Tijuca

 

Carlos Alberto Parreira, técnico tetracampeão com a Seleção Brasileira de futebol, em 1994

Recreio-Barra da Tijuca

 

Cissa Guimarães, atriz

Gávea-Copacabana

 

Claude Troisgros (Bradesco), chef francês, radicado no Rio, é dono de uma rede de restaurantes e considerado um dos grandes nomes da gastronomia internacional

Gávea-Copacabana

 

Cynthia Howlett, apresentadora e nutricionista

Gávea-Copacabana

 

Daniel Adler, prata na vela em Los Angeles 1984

Recreio-Barra da Tijuca

 

Djan Madruga, nadador cinco vezes finalista em Jogos Olímpicos

Recreio-Barra da Tijuca

 

Dudu Nobre, sambista, cantor e compositor

Recreio-Barra da Tijuca

 

Eduardo Moscovis, ator e apresentador

Gávea-Copacabana

 

Felipe, ídolo do Vasco da Gama

Recreio-Barra da Tijuca

 

Fernandão, ou Fernando Roscio de Ávila, prata no vôlei de quadra em Los Angeles 1984

Recreio-Barra da Tijuca

 

Giovanna Antonelli, atriz

Recreio-Barra da Tijuca

 

Helio de La Peña, ou Helio Antonio do Couto Filho, ator e humorista do grupo Casseta&Planeta

Recreio-Barra da Tijuca

 

Isabel Swan (Nissan), primeira medalhista Olímpica da vela feminina, em Pequim 2008

Recreio-Barra da Tijuca

 

Jorginho do Império, sambista

Madureira

 

Juliana Veloso, atleta de saltos ornamentais, está indo para sua quinta edição de Jogos Olímpicos

Recreio-Barra da Tijuca

 

Leo Tubarão, ou Leonardo Fialho Salles, ficou conhecido no futevôlei por sua jogada Ataque do Tubarão

Gávea-Copacabana

 

Lorrayne Gonçalves Isidoro, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Pedro II, representou o Brasil na Olimpíada Internacional de Neurociências, realizada entre 30 de junho e 4 de julho, em Copenhague, na Dinamarca. 

Recreio-Barra da Tijuca

Lucinha Araújo (Bradesco), presidente da Sociedade Viva Cazuza, ONG que atende portadores de HIV, fundada após a morte de seu filho, o cantor e compositor Cazuza.

Gávea-Copacabana

 

Maya Gabeira, surfista de ondas grandes, campeã em circuitos internacionais

Recreio-Barra da Tijuca

 

Marquinhos de Oswaldo Cruz, sambista

Madureira

 

Monica Rodrigues, prata no vôlei de praia em Atlanta 1996

Recreio-Barra da Tijuca

 

Muhammad Yunus é Prêmio Nobel da Paz de 2006. Economista, criou o conceito de negócio social

Campo Grande

 

Pedrinho, ou Pedro Paulo de Oliveira, ídolo do Vasco da Gama

Recreio-Barra da Tijuca

 

Roberta Sudbrack (Bradesco), chef especializada em gastronomia contemporânea, comanda o premiado restaurante que leva seu nome

Gávea-Copacabana

 

Rodrigo Lombardi (Bradesco), ator

Gávea-Copacabana

 

Rodrigo Minotauro, um dos grandes nomes do MMA

Recreio-Barra da Tijuca

 

Rosângela Santos (Nissan), do atletismo, classificada para os Jogos Rio 2016

Bangu-Deodoro

 

Samuel Albrecht (Nissan), velejador que faz dupla com Isabel Swan no Rio 2016, participou de Pequim 2008

Recreio-Barra da Tijuca

 

Sheron Menezzes, atriz, militante de causas sociais

Recreio-Barra da Tijuca

 

Tania Maranhão, zagueira da Seleção Brasileira de futebol, prata em Atenas 2004 e Pequim 2008.

Vila Valqueire

 

Viviane Araújo (Nissan), atriz e rainha de bateria do Salgueiro

Recreio-Barra da Tijuca

 

Washington Fajardo, arquiteto, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade

Madureira

 

Zagallo, ou Mario Jorge Lobo Zagallo (Coca-Cola), duas vezes campeão do mundo de futebol em campo (1958 e 1962), uma como treinador (1970) e outra como auxiliar-técnico (1994)

Recreio-Barra da Tijuca

Download PDF
Download PDF
Sobre Sala de imprensa

Termos de Uso

Broadcasters Detentores de Direitos (RHBs): Os RHBs podem fazer a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica no Brasil, de forma não exclusiva, de acordo com os termos de seus respectivos contratos firmados com o COI.

Broadcasters Não Detentores de Direitos (Non -RHBs): Os Non -RHBs podem fazer a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica no Brasil (com exceção das cerimônias de abertura e encerramento), de forma não exclusiva, pelo prazo máximo de 36 (trinta e seis) horas após o evento. Qualquer transmissão relacionada a este evento, deve ser realizada de forma estritamente jornalística, sem criar ou ser apresentada como um programa focado no Revezamento da Tocha Olímpica.

Nenhuma associação comercial / promocional será permitida na cobertura do Revezamento da Tocha Olímpica. Principalmente, a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica não poderá (i) ser patrocinado ou de qualquer for criar uma associação que crie a impressão de que o Non -RHBs e/ou qualquer entidade sem autorização e/ou seus produtos são conectados ou associados ao Revezamento da Tocha Olímpica, ao Jogos Olímpicos, ao COI e/ou ao Movimento Olímpico e (ii) implique, sugira ou represente os Non -RHBs como sendo detentores oficiais dos direitos de transmissão e/ou parceiros do Revezamento da Tocha olímpica, dos Jogos Olímpicos, do COI e/ou do Movimento Olímpico.

Cerimônias de Abertura e Encerramento: A parte do revezamento que ocorrerá durante as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos faz parte dos direitos exclusivos concedidos aos RHBs e qualquer transmissão pelos Non-RHBs deve ser realizada em observância às Novas Leis de Acesso do COI.

Terms of Use

Rights Holding Broadcasters (RHBs): RHBs may broadcast the Olympic torch relay in Brazil, on a non-exclusive basis, in accordance with the terms of their respective media rights agreement with the IOC.

Non-Rights Holding Broadcasters (Non-RHBs): Non-RHBs may broadcast the Olympic torch relay in Brazil (with the exclusion of the opening and closing ceremonies), on a non-exclusive basis, for a maximum of 36 hours after the event. Any such broadcast must be positioned as news only and not to create, or be positioned as, Olympic torch relay focused programming.

No commercial/promotional association is permitted with the coverage of the Olympic torch relay. In particular, broadcast of the Olympic torch relay may not (i) be sponsored or otherwise be associated in any way to give the impression that Non-RHBs and/or any unauthorized entities and/or products are linked to or associated to the Olympic torch relay, the Olympic Games, the IOC and/or the Olympic Movement and (ii) imply, suggest or represent Non-RHBs as being official rights holding broadcasters and/or partners of the Olympic torch relay, the Olympic Games, the IOC and/or the Olympic Movement.

Opening and Closing ceremonies: The part of the torch relay occurring during the opening and closing ceremonies of the Games is part of the exclusive rights granted to RHBs and any broadcast by Non-RHBs must comply with the IOC News Access Rules.