Tocha Olímpica passeia por cartões postais do Rio rumo ao Maracanã

No último dia do revezamento, a chama visita o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e o Aterro do Flamengo

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 encerra hoje sua viagem de 95 dias pelo país, que começou em Brasília em3 de maio. Antes de chegar ao Maracanã para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a tocha Olímpica visita o Cristo Redentor, Palácio da Cidade e pelo bondinho do Pão de Açúcar. O revezamento passa pela orla da Zona Sul, começando em São Conrado e fechando o trajeto no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.

Nesta sexta-feira (05), serão 190 condutores que percorrerão cerca de 30 quilômetros na Cidade Maravilhosa. O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 encerra seu percurso total de 12.494 condutores, percorrendo 26 mil quilômetros por terra e visitando 325 cidades dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

 

·         Às 6h45, a chama sobe o Cristo Redentor e chega às mãos do cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, e do padre Omar Raposo, reitor do Santuário do Cristo Redentor. Acompanhados pelo prefeito Eduardo Paes, eles acendem a tocha de Isabel, um dos principais nomes do vôlei feminino brasileiro, que participou dos Jogos Moscou 1980 e Los Angeles 1984.

 

·         O comboio parte às 7h15 da Rua São Clemente, em Botafogo, em direção à Gávea.

 

·         O revezamento faz uma parada nos jardins do Palácio da Cidade, onde dois servidores dos mais antigos da prefeitura do Rio, Gyleno dos Santos e Idalício Oliveira Filho, fazem o beijo da chama.

 

·         A partir das 9h, o comboio percorre a orla da Zona Sul. Começa em São Conrado e percorre Leblon, Ipanema e Copacabana.

 

·         Às 11h45, a tocha Olímpica passeia pelo Pão de Açúcar. A lanterna com a chama viaja de bondinho até a primeira estação, no Morro da Urca, onde o revezamento será feito por três condutores: Flavio Canto, judoca bronze em Atlanta 1996; sua aluna Raquel Silva, bicampeã Pan-Americana de judô; e Giuseppe Pellegrini, funcionário há 53 anos da empresa que opera o teleférico.

 

·         A tocha faz o trecho entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar em mais uma aventura: em cima do bondinho, conduzida pelo técnico da empresa Diego Scofano.

 

·         Da Urca, o comboio segue pela Avenida Pasteur e Aterro do Flamengo. O revezamento se encerra às 13h30 em frente ao Monumento aos Pracinhas. O último condutor será o cavaleiro Rodrigo Pessoa, ouro no salto em Atenas 2004.

Conheça mais alguns condutores do dia:

 

Abel Gomes, cenógrafo, conduz com o cineasta Andrucha Waddington. São diretores de cerimônias do Comitê Rio 2016

São Conrado

 

Ana Botafogo é bailarina e reinou muitos anos como o principal nome do balé brasileiro

Urca-Centro

 

Bernard Rajman, prata em Los Angeles 1984, foi o primeiro brasileiro a entrar no Hall da Fama do vôlei mundial

Leblon-Copacabana

 

Cacá Diegues, cineasta

Leblon-Copacabana

 

Carlinhos de Jesus, coreógrafo e dançarino

Botafogo-Gávea

 

Claude Troisgros (Bradesco), chef francês, radicado no Rio, é dono de uma rede de restaurantes e considerado um dos grandes nomes da gastronomia internacional

Botafogo-Gávea

 

Claudia Silva (Bradesco), primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Urca-Centro

 

Dante Amaral, ponteiro do vôlei campeão Olímpico em Atenas 2004

Botafogo-Gávea

 

Diogo Nogueira (Nissan), representante da nova geração de sambistas

Urca-Centro

 

Evandro Mesquita, cantor, compositor e ator, ficou conhecido no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone e na banda Blitz

Leblon-Copacabana

 

Fabio Porchat (Nissan) é ator e comediante, e ganhou destaque a partir do canal Porta dos Fundos no YouTube

São Conrado

 

Fernanda Keller, triatleta

São Conrado

 

Helô Pinheiro ficou imortalizada como a “Garota de Ipanema” da música de Tom Jobim.

Leblon-Copacabana

 

Izabel Goulart (Nissan), modelo paulista, integrou o elenco exclusivo de Angels da marca Victoria's Secret de 2005 a 2008. É uma das madrinhas do Time Brasil

Leblon-Copacabana

 

Jacqueline Silva, no vôlei de quadra, foi a Moscou 1980 e Los Angeles 1984; no vôlei de praia, levou o ouro com Sandra Pires em Atlanta 1996

Leblon-Copacabana

 

Jairzinho, ou Jair Ventura Filho, ídolo da Seleção Brasileira tricampeã em 1970, na qual ficou famoso como o “Furacão”, e nome histórico do Botafogo

Urca-Centro

 

Jorge Ben Jor (Bradesco), cantor e compositor

Av. Niemeyer

 

Lenny Niemeyer (Nissan), estilista

Leblon-Copacabana

 

Luciano Huck (Coca-Cola), apresentador

Urca-Centro

 

Marcio Garcia, ator e apresentador

São Conrado

 

Mariko Mori (Nissan), japonesa, um dos grandes nomes da arte contemporânea mundial, reuniu um público recorde em sua exposição no CCBB do Rio, das mais visitadas do mundo em 2011

Leblon-Copacabana

 

Martinho da Vila, cantor e compositor

Leblon-Copacabana

 

Nelson Motta, escritor, produtor musical e compositor

Leblon-Copacabana

 

Nilton Bonder, rabino e escritor

Botafogo-Gávea

 

Paulo Niemeyer Filho, cirurgião

Leblon-Copacabana

 

Roberta Rodrigues, atriz, revelada pelo Nós do Morro

São Conrado

 

Rosa Magalhães, cenógrafa, carnavalesca, diretora de cerimônias do Comitê Rio 2016

São Conrado

 

Sandra Pires, ouro em Atlanta 1996 e bronze em Sidney 2000 no vôlei de praia

Leblon-Copacabana

 

Simone (Bradesco), cantora

Urca-Centro

 

Túlio Maravilha, ou Túlio Humberto Pereira, foi um dos grandes ídolos do Botafogo

Urca-Centro

 

Washington Olivetto (Bradesco), publicitário

São Conrado

Download PDF
Download PDF
Sobre Sala de imprensa

Termos de Uso

Broadcasters Detentores de Direitos (RHBs): Os RHBs podem fazer a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica no Brasil, de forma não exclusiva, de acordo com os termos de seus respectivos contratos firmados com o COI.

Broadcasters Não Detentores de Direitos (Non -RHBs): Os Non -RHBs podem fazer a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica no Brasil (com exceção das cerimônias de abertura e encerramento), de forma não exclusiva, pelo prazo máximo de 36 (trinta e seis) horas após o evento. Qualquer transmissão relacionada a este evento, deve ser realizada de forma estritamente jornalística, sem criar ou ser apresentada como um programa focado no Revezamento da Tocha Olímpica.

Nenhuma associação comercial / promocional será permitida na cobertura do Revezamento da Tocha Olímpica. Principalmente, a transmissão do Revezamento da Tocha Olímpica não poderá (i) ser patrocinado ou de qualquer for criar uma associação que crie a impressão de que o Non -RHBs e/ou qualquer entidade sem autorização e/ou seus produtos são conectados ou associados ao Revezamento da Tocha Olímpica, ao Jogos Olímpicos, ao COI e/ou ao Movimento Olímpico e (ii) implique, sugira ou represente os Non -RHBs como sendo detentores oficiais dos direitos de transmissão e/ou parceiros do Revezamento da Tocha olímpica, dos Jogos Olímpicos, do COI e/ou do Movimento Olímpico.

Cerimônias de Abertura e Encerramento: A parte do revezamento que ocorrerá durante as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos faz parte dos direitos exclusivos concedidos aos RHBs e qualquer transmissão pelos Non-RHBs deve ser realizada em observância às Novas Leis de Acesso do COI.

Terms of Use

Rights Holding Broadcasters (RHBs): RHBs may broadcast the Olympic torch relay in Brazil, on a non-exclusive basis, in accordance with the terms of their respective media rights agreement with the IOC.

Non-Rights Holding Broadcasters (Non-RHBs): Non-RHBs may broadcast the Olympic torch relay in Brazil (with the exclusion of the opening and closing ceremonies), on a non-exclusive basis, for a maximum of 36 hours after the event. Any such broadcast must be positioned as news only and not to create, or be positioned as, Olympic torch relay focused programming.

No commercial/promotional association is permitted with the coverage of the Olympic torch relay. In particular, broadcast of the Olympic torch relay may not (i) be sponsored or otherwise be associated in any way to give the impression that Non-RHBs and/or any unauthorized entities and/or products are linked to or associated to the Olympic torch relay, the Olympic Games, the IOC and/or the Olympic Movement and (ii) imply, suggest or represent Non-RHBs as being official rights holding broadcasters and/or partners of the Olympic torch relay, the Olympic Games, the IOC and/or the Olympic Movement.

Opening and Closing ceremonies: The part of the torch relay occurring during the opening and closing ceremonies of the Games is part of the exclusive rights granted to RHBs and any broadcast by Non-RHBs must comply with the IOC News Access Rules.